segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Uma intelectual na Playboy

Finalmente tiveram a idéia de colocar uma mulher intelectualizada para estampar as páginas da Playboy. É a escritora Fernanda Young, que também é um dos responsáveis (o outro é o marido dela, Alexandre Machado, um nerd gordo e barbudo que é xará de meu irmão) pelos roteiros dos seriados mais legais já produzidos no Brasil, como Minha Nada Mole VidaOs Normais e Os Aspones (todos eu acompanhava e adorava!!!). Ela também tem um programa de entrevistas no canal Multishow.

Não sou muito chegado a mulheres muito tatuadas (só uma tauagenzinha ou outra, embora eu de preferências a mulheres sem nenhuma tatuagem), mas vamos reconhecer: ela é uma gata.

Fernanda citou uma lista de motivos que a fizeram aceitar o convite. Os motivos estão grifados e eu comento cada um com fonte de letra normal:

1) Salvar o erotismo das mãos da breguice
Estou cansado dessas musas vulgares como Melancias, Popozudas, ex-BBBs e o que lá vai. Estava na hora de mostrar o que eu já sabia há tempos: que existe intelectual linda.

2) Não devo nada a ninguém
Claro. Uma mulher culta, criativa, bem-humorada e cheia de qualidades e claro, linda, não precisa melhorar em nada.

3) Em alguns lugares do mundo, mulheres ainda são obrigadas a tampar seus corpos
Malditos costumes ignorantes! O que é lindo é para ser mostrado (com decência, of course!).

4) Vingança pura e simples.
Fernanda, alguém te magoou?

5) Nos meus livros, eu me exponho mil vezes mais
Quem tem inteligência tem sempre mais a oferecer.

6) Vou fazer 40 anos ano que vem.
Que é isso, gatinha... você ainda é bem jovem...

7) Irritar a minha mãe
Sua mãe te magoou?

8) Estou me lixando para o que os idiotas vão achar
Idiota não sabe de nada. Não ligue para eles, Fernanda.

9) É a primeira vez na história que a coelhinha da Playboy tem 8 romances
publicados
Enfim, uma intelectual na Playboy.

10) Não existem ex-BBBs suficientes (aleluia)
Chega de musas Babacas, Bestas e Bobas. Never Mind Big Brothers (and sisters)!

INTELECTUAL AQUI, DESENHO ANIMADO LÁ FORA

É parece que tanto lá como aqui, a Playboy não é mais a mesma. Enquanto no Brasil, uma intelectual resolve mostrar que também é bonita, na versão americana, um personagem de desenho animado que nunca foi conhecido pelo apelo sexual resolve "tirar a roupa". É a personagem Marge Simpson, da série Os Simpsons. Como Marge é meio sem graça, não poderiam ter convidado a Jessica Simpson, de carne-e-osso para posar em homenagem à família. Jéssica é muito mais deliciosa.

Se bem que tenho as minhas musas criadas à lápis: Velma, da turma do Scooby-Doo, a Penélope Charmosa, a Betty Atômica, a versão adolescente da Mônica e da Magali, além da Tina: essas são as que me lembro. Mas em matéria de desenhos eróticos, gosto mais de mangá.
(19/10/2009)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.